Tudo sobre viagens de ônibus

 

            Eu adoro viajar de ônibus. Sento na minha poltrona e só aproveito aquele tempo sem preocupações. Mesmo pra quem não gosta tanto, em viagens com muitos destinos é comum acabar optando por fazer alguns trechos de ônibus. Seja pela facilidade ou seja pela economia.

            Se você opta por viajar durante a noite ainda economiza na estadia. Mas é preciso levar em conta que provavelmente não vai ser um sono tão revigorante. Nem sempre dá certo viajar durante a noite inteira e chegar já querendo aproveitar o dia. As poltronas costumam ser confortáveis, mas se você não tiver um sono de pedra, as paradas, luzes e barulhos vão acabar atrapalhando. Alguns ônibus têm aquelas poltronas que deitam totalmente e viram uma cama, eu nunca testei porque sempre são mais caras, mas podem ser uma boa alternativa para quem quer dormir um pouco melhor.

              Viajar durante o dia pode dar a impressão de ter o dia perdido, além de acabar sendo mais entediante quando você não dorme. Mas dependendo do caminho as paisagens podem valer bastante a pena. Outras distrações como filmes e até bingo ajudam a passar o tempo. Eu sempre me garanto com a minha música, água e muita comida, assim não passo perrengue. Para alguns trajetos as companhias oferecem a alimentação, que pode ser uma boa. Confira se isso está incluído.

              Comprando as passagens antes dá pra escolher seu lugar preferido. Eu gosto de ir na janela e nas poltronas mais do fundo, onde tem menos movimentação. Antes de escolher a companhia mais barata, dou uma conferida na reputação para ter certeza das condições dos ônibus e dos motoristas. Segurança sempre em primeiro lugar.

               Chegue cedo na rodoviária e se informe no guichê da companhia ou com qualquer funcionário do local sobre o nome do seu ônibus, se ele está no horário e onde vai parar. Muitas vezes os ônibus vêm com nomes de outras companhias parceiras e com destinos finais que não são o seu, o que pode causar confusões. Evite perder sua viagem por falta de informação. As vezes também é difícil saber onde você vai descer, se o ônibus tem muitas paradas e você não conhece o destino. Não hesite em questionar o motorista e pedir para ele te avisar quando chegar à sua parada.

                Quando você despacha sua mala no bagageiro, ela fica em responsabilidade da companhia. As coisas de valor é bom levar na mala de mão, que deve ficar junto com você o tempo todo.  

                Sempre escolha um ônibus com banheiro, principalmente se a viagem for longa. Pode parecer que não é tão imprescindível assim, mas não tem coisa pior do que não estar se aguentando de tão apertada e não poder fazer xixi. Em uma viagem na Bolívia que não era tão longa acabei pegando um ônibus sem banheiro e em certo momento cheguei a pedir para o motorista parar, de tão apertada que eu estava, mas no meio da estrada não podia e eu tive que esperar de pé, porque sentar já não dava mais, no maior sufoco, até chegar a parada. Mesmo quando tem banheiro no ônibus, o recomendado é usar apenas para xixi, então para outras necessidades é bom ficar atento às paradas em rodoviárias.

                Normalmente em viagens longas sempre têm aqueles lugares em que todo mundo desce para esticar as pernas. Fique muito atento ao tempo de parada e à identificação do seu ônibus. Uma vez no Chile eu desci do ônibus e me distraí. Quando voltei ele não estava mais lá. Fiquei em pânico porque, além de tudo, tinha descido sem minha mochila e estava sem nada. Para o meu alívio o ônibus tinha apenas ido abastecer e voltou para pegar os passageiros. Mas depois dessa passei a ficar bem mais esperta e a descer sempre com a minha mochila de mão.

               Ônibus de viagem quase sempre tem ar condicionado, o que é bom, mas muitas vezes acabam exagerando no frio, então é importante estar preparado para temperaturas bem baixas. Para quem viaja com saco de dormir, é uma boa levar na bagagem de mão para usar de cobertor.

               Toda viagem pode ter imprevistos por conta de trânsito ou questões climáticas por exemplo. Já fiquei mais de duas horas no ônibus parado esperando para atravessar o estreito de Magalhães porque o vento forte impedia a balsa de sair. Aproveite para encarar esses momentos como uma oportunidade observar a paisagem, conhecer outros passageiros ou apenas descansar.

               Questões climáticas, quando muito severas, podem inclusive cancelar viagens. Uma vez eu ia do Chile para a Argentina e uma nevasca fechou a fronteira. Minha viagem foi cancelada e eu não tinha mais nenhum peso chileno e nem onde passar a noite. Na hora fiquei desesperada, mas a situação acabou se resolvendo e viajei no dia seguinte contemplando a linda paisagem que não teria visto à noite. Essas situações são boas para a gente perceber que por mais que tenhamos tudo planejado as coisas fogem do nosso controle, mas tudo sempre dá certo se você estiver aberto aos imprevistos e a apreciar mudanças que podem até ser melhores do que o previsto.

               Como eu organizo meus roteiros antes de começar a viagem, gosto sempre de comprar as passagens antes. Mas uma das vantagens do ônibus é que as passagens não aumentam de preço conforme a viagem se aproxima. Então sempre dá pra comprar aquela passagem de última hora e aproveitar as oportunidades que vão aparecendo.

 

Share on Facebook
Please reload