Montevidéu – capital pequena com praia

 

Quando ir: o ano todo.

 

Quantos dias ficar: 3 ou 4.

 

Como chegar: a cidade recebe voos internacionais e tem ônibus saindo do aeroporto até o centro da cidade. O Uruguai é um país pequeno e dá para percorrer toda sua costa em algumas horas com ônibus de viagem.

 

O que fazer: caminhar pelo centro e visitar o Teatro Solís, pedalar pelas ramblas até Pocitos, conhecer a feirinha de Tristan Narvaja.

 

Onde ficar: no centro, ao redor da Plaza Independencia e Avenida 18 de Julio.

 

Transporte: como a cidade é pequena, dá para ir a muitos lugares andando, principalmente pelo centro. Os ônibus públicos funcionam bem e servem para ir ao terminal ou aeroporto.

 

Comida: os uruguaios gostam muito de “parrilla”, mas também se encontra opções vegetarianas e restaurantes específicos.

 

Dinheiro: leve seus reais e troque por pesos uruguaios nas casas de câmbio pela Avenida 18 de Julio.

 

Clima: a temperatura é fresca e amena durante todo o ano, um pouco mais quente no verão e fria no inverno.

 

          Apesar de ser uma capital, Montevidéu não é muito grande e é só se afastar um pouco do centro que já parece que estamos em uma cidadezinha de interior. Os uruguaios parecem tranquilos tomando seu mate e observando a vista das ramblas, como calçadões na orla do Rio da Prata. Também tem as áreas chiques com grandes prédios ao redor da praia, como Pocitos. A cidade tem seus atrativos turísticos, mas é muito comum completar uma viagem ao Uruguai com outros destinos próximos, Punta del Este e Colonia del Sacramento, que podem ser conhecidas em um dia bate e volta desde Montevidéu ou em mais tempo para quem quer aproveitar.

 

Montevidéu dia a dia

Dia 1 – quinta – centro

 

          É possível conhecer o centro de Montevidéu em um dia ou dividir em dois. No primeiro, comece pela icônica Plaza Independencia, onde um portal marca a entrada da cidade velha. Observe os monumentos e prédios históricos e faça uma visita guiada pelo Teatro Solís. Siga pela Peatonal Sarandi, rua só para pedestres, até a Plaza Matriz e depois à Plaza Zabala. Caminhe também pela Perez Castellano até o Mercado do Porto.

 

 

 

Dia 2 – sexta - centro

 

          No segundo dia pelo centro, visite o Museu Torres Garcia, da famosa arte da América do Sul retratada ao contrário. Caminhe pela Avenida 18 de Julio, até a fonte dos cadeados. Para ter uma visão de cima da cidade, suba no mirante do prédio da prefeitura ou da torre de telecomunicações. Depois siga para o prédio histórico do Palácio Legislativo e ao lindo Mercado Agrícola, onde também se vende comida e doces.

 

 

 

Dia 3 – sábado - Pocitos

 

          Alugue uma bicicleta e passe um dia agradável pedalando pelas ramblas até a praia. Comece ali pela região do centro e siga pelo calçadão contornando a orla do Rio da Prata. Pelo caminho há belas vistas e monumentos. Aproveite para fazer uma parada no Parque Rodó e depois no Shopping Punta Carretas, que já foi uma prisão. São 9km até Pocitos, para aproveitar a praia ou tirar fotos no letreiro de Montevidéu.

 

Dia 4 – domingo - feirinha

 

          Reserve um domingo em Montevidéu para conhecer a clássica Feira de Tristan Narvaja, onde se vende de tudo. A feirinha toma várias ruas e quarteirões e é um programa super gostoso, que atrai muita gente. Lá você encontra desde animais a antiguidades, frutas, verduras, artesanatos e livros.

Share on Facebook
Please reload