Medellín de metrô e teleférico

 

 

Quando ir: o ano todo. A cidade é alta e tem um clima ameno sempre. Os meses de seca, dezembro a fevereiro, são mais indicados para evitar as chuvas.

 

Quantos dias ficar: 2 ou 3, para conhecer o básico, mas Medellín é uma cidade grande, com muitas opções.

 

Como chegar: de avião ou ônibus. Há duas rodoviárias, mas a principal é o Terminal Norte, que fica na estação Caribe de metrô. 

 

O que fazer: andar pelo centro, conhecer o Jardim Botânico, ir de teleférico ao Parque Arvi e passear à noite pelo Parque Lleras.

 

Onde ficar: em El Poblado. Um bairro super bonito, gostoso e estruturado para turistas.

 

Transporte: o metrô de Medellín ajuda muito nas locomoções. De preferência se hospede próximo da estação de metrô Poblado e você não terá que usar nenhum outro meio de transporte.

 

Comida: a comida colombiana é um pouco parecida com a brasileira, também se come arroz e feijão, mas preparados de outra maneira. O menu do dia normalmente é uma opção barata que pode incluir sopa e suco além do prato principal. No Parque Lleras as opções são mais caras. Achei fácil comer vegetariano em restaurantes de comida mais caseira.

 

Dinheiro: A moeda da Colômbia é o Peso colombiano. eu tive um pouco de dificuldade de trocar meus reais na Colômbia. O melhor câmbio que encontrei foi em El Poblado e não foi muito bom.

 

                Ouvi falar muito de Medellín, que era moderna e a cidade mais desenvolvida da Colômbia. Chegando lá me decepcionei um pouco, pois achei a cidade no geral bem feia. Realmente tem um ótimo metrô e alguns pontos específicos bem interessantes, mas fora dos lugares turísticos não achei o ambiente agradável nem me senti muito segura para caminhar sozinha. Passeando de metrô da para organizar os destinos pelas estações:

 

Metrô Parque Berrio:

Andar pelo centro, visitar a Plaza Botero e ver as esculturas do famoso artista e o diferentão Palacio de la cultura Rafael Uribe Uribe. Esperar escurecer para ver o Parque de las Luces ou Plaza de Cisneros aceso.

 

 

 

 

Metrô Poblado:

Hospedar-se no bairro El Poblado e aproveitar para caminhar por suas ruas residenciais e áreas verdes. Passear à noite no Parque Lleras, cheio de turistas, restaurantes e bares.

 

 

 

Metrô Universidad:

Passear pelos parques, o planetário e o ponto turístico mais famoso de Medellín, o Jardim botânico, onde está a incrível estrutura do orquidário, além de lagartos enormes.

 

 

 

Metrô Acevedo:

Essa estação tem transferência para o teleférico que sobe o morro, é um meio de transporte para muita gente que mora lá, mas um passeio ótimo para quem quer ver a cidade de cima. Ao final há uma transferência para o teleférico turístico, ele é bem mais caro e leva mais alto na montanha e atravessa florestas até o Parque Arvi. Lá é possível fazer caminhadas guiadas ou passear sozinho até uma área de Picnic com rio e pequenas cachoeiras em meio à mata.

 

 

Share on Facebook
Please reload