El Calafate e Parque Nacional los Glaciares

 

Quando ir: entre setembro e abril para fazer a caminhada sobre o glaciar Perito Moreno.

 

Quantos dias ficar: 2 dias inteiros.

 

Como chegar: a cidade tem aeroporto e recebe voos e ônibus das principais cidades da região, tanto do Chile quanto da Argentina.

 

O que fazer: passear pela cidade e o lago Argentino, navegar para ver os glaciares, observar e caminhar sobre o glaciar Perito Moreno.

 

Onde ficar: ao redor da Av del Libertador, entre as ruas 7 de Diciembre e Perito Moreno.

 

Comida: compre alimentos no mercado e prepare lanches para levar nos passeios que duram o dia todo.

 

Dinheiro: é bom já ir com pesos argentinos, aproveite para trocar seu dinheiro em Buenos Aires se passar antes por lá. Cartões de crédito são bem aceitos.

 

Clima: sempre frio, evite o inverno.

 

          El Calafate é uma graça e pela Av del Libertador há muitos restaurantes e lojinhas. Aproveite a chegada para passear pela cidade e caminhar até o lindo e enorme Lago Argentino.

           Eu recomendo fazer a navegação aos glaciares Upsala e Spegazzini no primeiro dia, para então se encantar mais ainda com o Perito Moreno depois. Os tours incluem a viagem de ônibus até o porto e a entrada ao parque é paga à parte. O passeio de barco é bem tranquilo e vai passando por pedaços de gelo que se soltaram boiando pela água. Para quem não se importa com o vento frio, dá para ficar na parte externa para ter uma melhor visão. O glaciar Upsala é o segundo maior do parque e o barco não chega muito perto, mas a visão de longe já encanta. O Spegazzini é o glaciar mais alto, também impressionante.

 

 

        O glaciar Perito Moreno é a grande atração de El Calafate e existem algumas atividades diferentes para desfrutar de sua beleza. Só observar a geleira já é incrível, ainda mais se você tiver a sorte de ver um desprendimento, um pedaço de gelo caindo com estrondo na água. Existem passarelas de frente para o glaciar e para chegar lá se pode pegar um ônibus na rodoviária ou ir com um tour.

   

  

 

      Mas além da observação eu indico fortemente a incrível experiência de caminhar sobre o Perito Moreno. A agência Hielo e Aventura oferece duas opções de trekkings. O minitrekking é mais curto e barato e serve para quem não tem tanto condicionamento físico. Mas para quem pode vale muito a pena fazer o Big Ice, a outra opção de trekking em que se passa algumas horas caminhando pelo gelo. Depois de uma curta navegação e uma pequena trilha vestimos os grampones nos sapatos e saímos andando sobre o gelo, vendo fendas, águas azuis e uma imensidão branca, parando para comer no meio da geleira. Na volta é servido um whisky com gelo do glaciar que acaba com todas as dores e cansaço do longo passeio. Os tours incluem um tempo de observação da geleira nas passarelas, a entrada ao parque é paga à parte e é importante fazer a reserva dos trekkings com antecedência.

 

          El Calafate fica bem longe do Brasil e é comum aliar essa viagem com outros destinos, como Ushuaia, Torres del Paine e El Chaltén. Para Ushuaia, a cidade do fim do mundo, ir de avião pode ser uma boa opção, pois o trajeto de ônibus passa por fronteiras de entrada e saída do Chile e cruza o Estreito de Magalhães, o que significa muitas horas de viagem. El Chaltén é uma cidade minúscula que fica a apenas 4h de ônibus de El Calafate e é um destino maravilhoso para os amantes de trilhas. Já para ir a Torres del Paine, o Parque Nacional chileno com algumas das paisagens mais maravilhosas da América do Sul, é necessário pegar um ônibus até Puerto Natales, a cidade mais próxima.

 

Share on Facebook
Please reload